Lei de Terceirização

lei de terceirização

Lei de terceirização saber sobre ela pode ser muito útil na sua vida e no seu dia a dia. A questão é que a maior parte das pessoas considera um erro delegar e, consequentemente, terceirizar, mas essa visão dos fatos e da realidade é um tanto quanto ultrapassada.

A verdade é que delegando você de fato só tem a ganhar, e em muitos casos você não ganha sozinho. Ganha o seu prédio, ganha a sua empresa, ganha o seu entorno por completo e são tantas vitórias combinadas que você só vai poder agradecer e comemorar.

Assim sendo, a seguir nós vamos falar mais sobre a lei de terceirização, para que você entenda como ela funciona e atua, e possa assim aproveita-la ao máximo. Confira as nossas orientações e boa sorte em cada uma delas!

Descubra de uma vez por todas tudo que há para saber sobre a lei de terceirização

A lei de terceirização é cercada de dúvidas e de questionamentos, de medos e de temores. Talvez o que falte sobre é informação, e nesse sentido nós podemos ajudar, e podemos ajudar muito sendo assim, vejam as principais diretrizes dessa legislação a partir de alguns questionamentos e das suas respostas, que vamos expor logo abaixo para te ajudar:

  • O que mudou de 2017 para cá sobre a legislação? – Antes as empresas só poderiam terceirizar as atividades que eram entendidas pela lei como atividades meio. Agora com a mudança na legislação é possível terceirizar inclusive aquelas atividades que são compreendidas como atividades fim.

Para a sua maior compreensão, explicamos que atividade meio é aquela que leva a conclusão da atividade fim, que seria a qual se destina a empresa em sua criação e em sua existência;

  • Quem contrata a empresa terceirizada tem alguma responsabilidade sobre o seu funcionário? É obrigação dessa instituição cuidar de suas necessidades, como o pagamento de seu salário? – Em determinados casos (como o descumprimento de normas trabalhistas ou de normas previdenciárias) há sim o entendimento legal de que o contratante tem parcela de responsabilidade, sim;

Esses são apenas alguns dos pontos que são comentados na lei de terceirização, e a verdade é que muita gente ainda fica na dúvida se vale a pena ou não vale arriscar.

Facilities: como gerenciar

Benefícios em se delegar funções:

  • A certeza de que o serviço será feito por gente preparada, conhecedora e bem treinada, que trabalha fazendo o mesmo sempre e tem a condição plena para fazer acontecer do jeito certo;
  • A garantia de que a terceirizada vai poder cuidar de serviços específicos do início ao fim, se responsabilizando pelo trabalho que está sendo feito e por toda a sua manutenção, como de fato precisa ser;
  • O entendimento de que você poderá economizar muito mais, porque é muito mais barato você contratar uma empresa terceirizada para cuidar de vários serviços distintos do que se contentar em contratar vários funcionários para cuidarem de várias coisas, uma vez que esses colaboradores gastam muito, especialmente se estão legalizados.

Terceirizar é, aliás, uma das formas mais funcionais de se livrar de gastos exagerados nas contas de uma empresa. É uma atitude inteligente e funcional em várias medidas;

A lei de terceirização é cheia de complexidades, mas se você estiver preparado para delegar só vai ter a ganhar e o seu negócio só vai agradecer. O Grupo Company está aqui para ajudar no que diz respeito a profissionais qualificados para o seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *